Intolerância a lactose, o que é?

A incapacidade de digerir o açúcar existente no leite e seus derivados, pode causar sintomas desagradáveis

Em média, 70% da população mundial sofre de intolerância à lactose. O distúrbio digestivo é bastante incômodo, e atinge pessoas de todas as idades. Caracteriza-se pela baixa ou nenhuma produção da enzima ‘lactase’, responsável pela digestão da lactose. O organismo apresenta incapacidade, parcial ou completa, de digerir essa substância. O componente chega ao intestino grosso intacto, se acumula e é fermentado por bactérias, que promovem a retenção de água. Consequentemente, o indivíduo sofrerá de cólicas e diarreia.

Há algumas formas de diagnosticar: por meio do teste de intolerância à lactose, teste de hidrogênio, teste de acidez nas fezes e exame genético. O distúrbio pode ser leve, moderado ou grave, levando-se em conta a deficiência apresentada.

Tipos

Deficiência Congênita de Lactase

A criança é acometida da carência ou baixa produção da enzima desde o nascimento. É a forma mais rara entre as três.

Deficiência Primária de Lactase

Caracteriza-se pela diminuição natural da produção da enzima. Costuma se manifestar a partir da adolescência. É o tipo mais comum.

Deficiência Secundária de Lactase

Surge em decorrência de outros problemas intestinais, como diarreia, doença celíaca ou alergia à proteína do leite de vaca. Pode ser temporária, desde que a pessoa faça o tratamento do distúrbio inicial.

Sintomas e tratamento

Os sintomas começam a surgir após a ingestão de leite e derivados, ou de algum alimento que contenha a substância. É comum apresentar diarreia, náuseas, cólicas, flatulência e distensão abdominal. É possível controlar a intolerância com dieta e medicação. Após o diagnóstico, é comum reintroduzir os alimentos para verificar a quantidade suportada pelo organismo, sem que haja desconforto.

Medidas urgentes

Alguns lugares do Brasil estudam medidas para favorecer o cotidiano de quem tem intolerância. Em Natal, por exemplo, aprovaram um projeto de lei que obriga proprietários de restaurantes e bares informarem sobre a presença de lactose e glúten nos alimentos. No estado de Goiás, espera-se que, após a votação na Assembleia Legislativa, crianças com o distúrbio possam receber, gratuitamente, leite sem a substância.

Dicas

É aconselhável que pessoas que tenham intolerância à lactose comam de tudo um pouco, para que consigam substituir e repor os nutrientes. O cálcio, indispensável para a manutenção do organismo, pode ser encontrado em vegetais de folhas verdes. Além disso, há disponível no mercado diversos tipos de leite que não contêm a substância, como o de soja, arroz e aveia.

Sempre que possível, leia rótulos e bulas de remédio. Alguns apresentam lactose em sua composição.

Intolerância a lactose, o que é?
Tagged on:                 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *